Powered by Jasper Roberts - Blog

Deputados criticam intervenção policial na Universidade de Atenas

Polícia acabou com a ocupação pacífica de um edifício da Universidade de Atenas

A intervenção policial para terminar a ocupação de um edifício na Universidade de Atenas provocou aceso debate nos últimos dias. Vários deputados do Syriza criticaram a intromissão policial num espaço universitário, e o eurodeputado Manolis Glezos criticou duramente os professores que pediram a intervenção da polícia.

A operação policial – tal como a própria ocupação que durou 19 dias, pedindo a abolição das leis antiterroristas e a libertação de vários presos – decorreu de forma pacífica. Entre os 14 detidos na ocupação encontrava-se um homem condenado em 2008 por envolvimento no rapto de um empresário de Salónica e atualmente com pena suspensa por violação da liberdade condicional.

Uma delegação do Departamento de Direitos do Syriza reuniu no final da semana com o vice-ministro responsável pela ordem pública sobre esta intervenção policial, bem como o ressurgimento da violência neonazi e o caso da videovigilância por parte dos agentes policiais nas manifestações. Yiannis Panousis diz que “não cabe à polícia resolver os problemas sociais e políticos que o Estado não conseguiu tratar”.

Comentários

comentários