Powered by Jasper Roberts - Blog

Ex-chefe da troika queixa-se ao FMI por já não mandar nos ministros

Poul Thomsen (à direita) com Vítor gaspar (de costas). Foto Conselho de Ministros da Zona Euro

O dinamarquês Poul Thomsen, que já chefiou a missão da troika na Grécia e em Portugal, está furioso com Atenas por não deixar que os funcionários do fundo tenham acesso direto aos ministros, como faziam antigamente na Grécia e ainda hoje fazem em Portugal.

“O pior de tudo é que os técnicos do Grupo de Bruxelas não têm acesso aos ministros. Eles não podem ver os ministros. Os representantes das instituições não têm forma de saber se o que lhes é dito pelos responsáveis em Atenas reflete as decisões tomadas pelos ministros ou se são as posições dos funcionários”, lamentou o antigo chefe da troika que apresentou as queixas aos seus superiores no FMI, revela o portal Protothema.

O diário grego To Vima também relata as queixas de Poul Thomsen, feitas durante uma conversa de mais de uma hora com os jornalistas. O ex-chefe de missão da troika diz que o ponto da situação “está longe de ser o ideal” e confirma que existem ainda muitos de discórdia nas negociações, nomeadamente sobre mudanças na lei laboral e os cortes nas pensões, as famosas “linhas vermelhas” colocadas por Atenas.

Poul Thomsen aproveitou ainda para desmentir que tivesse pedido aos representantes europeus para reduzir substancialmente a dívida grega. O antigo chefe da troika na Grécia diz mesmo que não há estudos que indiquem se a dívida do país é ou não sustentável…

Comentários

comentários