Powered by Jasper Roberts - Blog

FMI deve anular dívida grega, diz ex-responsável do Fundo

Ashoka Mody. Foto France Stratégie ©

O ex-chefe da missão do FMI na Irlanda defende que o FMI e o BCE cometeram um erro em 2010, ao não deixar a Grécia entrar em incumprimento com os credores privados. “Para reafirmar a sua independência e resgatar a sua credibilidade perdida, o FMI deve anular uma grande parte da dívida da Grécia e forçar os seus acionistas ricos a arcar com os prejuízos”, conclui Ashoka Mody.

“O FMI e as autoridades europeias responderam que a reestruturação iria causar o caos financeiro global”, o que para Ashoka Mody não passou de “um disfarce para salvar bancos alemães e franceses, que estavam entre os maiores impulsionadores da prodigalidade grega”.

“Cinco anos após o início da crise, a dívida pública passou de 130 por cento do produto interno bruto de quase 180 por cento. Enquanto isso, uma crise económica profunda e deflação têm prejudicado gravemente a capacidade do governo de pagar”, lamenta o economista, cujo artigo completo – “O Grande Erro Grego do FMI” – pode ser lido aqui na versão original.

Comentários

comentários