Powered by Jasper Roberts - Blog

OIT saúda aumento do salário mínimo e regresso da contratação coletiva

Guy Rider e Panagiotis Skourletis após a reunião em Genebra. Foto OIT

O diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho recebeu em Genebra o ministro do Trabalho da Grécia e expressou apoio às leis laborais que o governo tem em preparação.

Segundo o diário Avgi, o ministro do Trabalho e Solidariedade Social grego apresentou ao líder da Organização Internacional do Trabalho as linhas gerais da orientação das novas leis do trabalho, que pretende harmonizar a legislação grega com as melhores práticas internacionais.

Entre essas propostas estão o regresso da contratação coletiva, o aumento gradual do salário mínimo para os 751 euros que valia antes da entrada da troika. Panagiotis Skourletis falou também dos efeitos da austeridade da troika nas relações laborais, no emprego e no nível de vida dos trabalhadores gregos. Quando questionado por Guy Rider sobre as negociações que decorrem em Bruxelas, o ministro afirmou a importância do apoio da OIT às propostas do Atenas, que assim veem a sua legitimidade internacional reconhecida pela agência das Nações Unidas que garante o respeito pelas Convenções do Trabalho no mundo.

Por seu lado, o diretor-geral da OIT saudou de forma especial a “reativação do diálogo social” depois de longos anos de ausência:

Em comunicado divulgado após a reunião, a OIT anunciou disponibilidade para “intensificar a sua colaboração futura” e sublinhou que “aprecia em particular os novos esforços do governo da Grécia e dos seus parceiros sociais a favor da promoção da contratação coletiva, em especial através da atividade legislativa em curso para pô-la em conformidade com as normas internacionais do trabalho”.

Comentários

comentários