Powered by Jasper Roberts - Blog

Segredos da máquina mediática de Bruxelas

A informação servida por Bruxelas.

Reuters, Bloomberg e Financial Times ditam as notícias que os media a nível nacional reproduzem sobre as negociações e as decisões das instituições europeias. Mas o seu enorme poder de influência sobre a opinião pública assenta geralmente em “fontes de Bruxelas” que nunca saem do anonimato.

O jornalista Nikos Sverkos* explica num artigo publicado em português no Aventar como funciona esta máquina mediática e que interesses servem os altos funcionários de Bruxelas que promovem “conferências de imprensa informais” para um restrito grupo de meios de comunicação.  E conta como foi de uma destas “conferências de imprensa informais” que saíram as notícias sobre os insultos e recriminações dos ministros da zona euro contra Varoufakis na reunião do Eurogrupo em Riga, com o alto funcionário que serve de fonte a esses media a classificar o ministro das Finanças grego como estando “isolado” e parecer um “extraterrestre” no Eurogrupo.

* Nikos Sverkos trabalha no Jornal dos Editores, a cooperativa formada por jornalistas desempregados com o fecho do jornal Eleftherotypia.

Comentários

comentários