Powered by Jasper Roberts - Blog

Syriza: 42 deputados contra nomeação de Panaritis para o FMI

Elena Panaritis

A escolha da ex-deputada do PASOK para representante da Grécia no FMI foi mal recebida no partido de Alexis Tsipras. A divergência tornou-se pública com uma carta assinada por 42 deputados a pedir a revogação da nomeação de Elena Panaritis.

A carta dos deputados é dirigida ao primeiro-ministro e à direção do Syriza. Os signatários dizem ter recebido com preocupação a notícia da nomeação da antiga deputada do PASOK para aquele cargo de representação internacional do país.

Em causa está o voto favorável de Elena Panaritis ao memorando da troika e às leis que o puseram em prática entre até 2012, que os deputados do Syriza consideram estar nos antípodas dos valores e políticas defendidas pelo partido. “A questão não é simbólica, é política”, dizem os deputados, pedindo aos autores da nomeação que assumam o erro e voltem atrás na decisão.

Depois da eurodeputada Sofia Sakorafa ter dado o tiro de partida das críticas a esta nomeação dentro do Syriza, também Dimitris Papadimoulis, outro eurodeputado, afirmou que “seria bom que o governo e o próprio primeiro-ministro revissem esta decisão”.

Elena Panaritis é vista como uma figura próxima de Varoufakis, que a colocou na equipa de negociadores em Bruxelas, embora a colaboração da economista tenha passado para segundo plano quando a equipa foi reformulada no mês passado.

Os ataques à escolha de Panaritis para o FMI provocaram mais rumores sobre a eventual demissão do ministro. Varoufakis respondeu no Twitter este domingo com o habitual bom humor, esclarecendo que “os rumores da minha demissão iminente são (pela enésima vez) manifestamente prematuros…”

Comentários

comentários