Powered by Jasper Roberts - Blog

Zoe Konstantopoulou em Portugal com crise no Mediterrâneo na agenda

Zoe Konstantopoulou

A presidente do parlamento grego estará em Lisboa dos dias 11 e 12 de maio a participar na Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo, dedicada à imigração, asilo e direitos humanos na região.

Zoe Konstantopoulou é a primeira das principais figuras políticas gregas a visitar Portugal após as eleições de janeiro. A cimeira dos presidentes dos parlamentos desta União junta presidentes de 23 parlamentos da UE, e também da Argélia, Jordânia, Marrocos, Palestina e Turquia. O tema da reunião – “Imigração, asilo e direitos humanos na Região Euro-Mediterrânica” – ganhou atualidade por motivos trágicos, com milhares de refugiados e imigrantes mortos nas travessias do Mediterrâneo nos últimos meses. A presidência portuguesa de Assunção Esteves preparou uma proposta de declaração para debate entre os líderes dos parlamentos.

“Insistir na lógica de erguer fronteiras é uma ideia absurda que desafia a lógica e a geografia”

Ainda esta semana, a presidente do parlamento grego participou no debate sobre imigração na Comissão LIBE do Parlamento Europeu (Liberdades Civis, Justiça e Assuntos Internos). “A Europa Fortaleza foi um fracasso e insistir na lógica de erguer fronteiras é uma ideia absurda que desafia a lógica e a geografia”, defendeu Zoe Konstantopoulou.

Para a presidente do parlamento grego “é urgente agir e os parlamentos têm um papel importante”, quer em propor iniciativas para proteger direitos essenciais, quer na fiscalização e denúncia de violações de direitos humanos nas chamadas “operações de vigilância”, dando um exemplo recente ocorrido na Grécia.

Comentários

comentários