Powered by Jasper Roberts - Blog

Programa anticrise humanitária recebeu 300 mil candidaturas

Theano Fotiou. Foto Left.gr

A aplicação da primeira medida do governo aprovada no parlamento terminou a fase de candidaturas, depois do elevado número de pedidos ter obrigado a prolongar o prazo até ao fim de maio. A ministra-adjunta da Solidariedade Social anunciou esta terça-feira que o programa recebeu 300.216 pedidos, abrangendo 633.312 pessoas no total.

“Estes números mostram a dimensão do problema que o nosso país enfrenta, e dizem apenas respeito à pobreza extrema”, alertou Theano Fotiou. O limite máximo de rendimento anual líquido dos candidatos era de 6000 euros no total do agregado familiar.

O programa anticrise humanitária do novo governo garante apoio à habitação, alimentação e eletricidade a quem não consegue ter acesso à satisfação destas necessidades básicas. Os números avançados pela ministra mostram que o apoio alimentar foi o mais procurado, com cerca de 294 mil pedidos, seguindo-se os 140 mil pedidos de religação da eletricidade cortada ou fornecimento gratuito de eletricidade. As candidaturas ao apoio de renda são à volta de 90 mil.

“Agora o programa passa à fase seguinte, a da fiscalização e cruzamento de dados para validar as candidaturas. Assim que estejam completas as listas de beneficiários, os apoios irão começar a ser entregues”, explicou Theano Fotiou.

Os beneficiários do programa anticrise humanitária que tenham dívidas até 20 mil euros junto do Banco do Pireu verão essa dívida perdoada, segundo anunciou a administração do banco que adquiriu recentemente o ramo grego do Millennium BCP.

Comentários

comentários