Powered by Jasper Roberts - Blog

Tsipras já entregou proposta de acordo aos credores

Alexis Tsipras

O primeiro-ministro grego anunciou hoje que enviou na segunda-feira um documento com propostas concretas para fechar o acordo com os credores.

“Estamos a negociar com um plano e uma estratégia, em condições difíceis. Todos os gregos conhecem a diferença entre um governo que negoceia e os anteriores, que assinavam o que lhes punham à frente. Os gregos devem estar orgulhosos, independentemente da sua filiação partidária”, declarou Alexis Tsipras a seguir a um encontro com o ministro da Educação.

“A Grécia apresentou propostas, fez concessões – como é normal nas negociações – mas entregámos um plano realista para o país sair da crise”, prosseguiu Tsipras, acrescentando que “o resultado das negociações vai marcar o fim da divisão da Europa”, atribuindo esta responsabilidade aos líderes europeus.

Ontem à noite realizou-se em Berlim uma reunião a cinco, entre Angela Merkel, Jean-Claude Juncker, François Hollande, Mario Draghi e Christine Lagarde, com o processo negocial grego na agenda do encontro. As divergências entre os vários credores têm bloqueado o avanço das negociações e por várias vezes Atenas já apelou a que se ponham de acordo para que se possa passar rapidamente ao desbloqueio das verbas devidas à Grécia desde agosto de 2014.

Líder do SPD alemão diz que a bancarrota grega terá “consequências gigantescas para a zona euro”

Em declarações a um canal televisivo alemão, o vice-chanceler Sigmar Gabriel afirmou ser positivo que a Alemanha e a França se tenham juntado para encontrar uma solução para as negociações com a Grécia.

“As consequências políticas de uma bancarrota na Grécia seriam gigantescas para a zona euro”, declarou Sigmar Gabriel.

Comentários

comentários