Powered by Jasper Roberts - Blog

Varoufakis desafia Merkel a discursar em público na Grécia

Foto European People's Party/CC

Num artigo publicado pelo Project Syndicate, o ministro das Finanças grego desafia a chanceler alemã a reeditar o “Discurso da Esperança”, feito em 1946 pelo Secretário do Tesouro norte-americano em Estugarda para anunciar a mudança de política em relação à Alemanha derrotada na II Guerra.

“Sete décadas depois, é o meu país, a Grécia, que precisa dessa oportunidade”, diz Varoufakis, referindo-se ao discurso que anunciou o ponto final na política punitiva de desindustrialização da Alemanha inscrita no Tratado de Potsdam, logo a seguir à derrota das tropas nazis, abrindo caminho ao Plano Marshall e ao perdão da dívida alemã na Conferência de 1953.

“Alguém tinha de afastar as objeções moralistas e olhar desapaixonadamente para um país preso num conjunto de circunstâncias que só iriam provocar divisão e fragmentação por todo o continente. Os EUA, que saíram da guerra como o único país credor, fez precisamente isso”, recorda Yanis Varoufakis, acrescentando que é isso mesmo que a Grécia precisa e que a melhor pessoa para o fazer é Angela Merkel.

Varoufakis imagina Angela Merkel a falar para uma multidão “em Atenas, Salónica ou qualquer outra cidade à sua escolha. Ela pode aproveitar a ocasião para sugerir uma nova abordagem da integração europeia, que arranque a partir do país que mais tem sofrido, vítima tanto dos defeitos de construção da zona euro como dos erros próprios da sua sociedade.

“A esperança foi uma força para o bem na Europa do pós-guerra e pode ser agora uma força para a transformação positiva. Um discurso da líder alemã numa cidade grega poderia contribuir muito para isso”, conclui Varoufakis.

Comentários

comentários