Powered by Jasper Roberts - Blog

Governo repõe pensão mínima que a troika tirou à Grécia

Foto Spyros Papaspyropoulos/Flickr

O governo grego vai repor a pensão mínima que era paga antes de 2013 a 30 mil idosos pobres sem cobertura da Segurança Social. Serão pagos 260 euros mensais a partir de outubro e um ano depois o valor aumentará para os 360 euros que vigoravam até 2013.

O Ministério do Trabalho anunciou a medida esta semana e ela entrará em vigor no dia 1 de outubro, destinada a proteger os idosos mais pobres e sem qualquer proteção social. A esta pensão mínima poderão candidatar-se cidadãos gregos ou residentes legalmente no país nos 10 anos anteriores à passagem à reforma, que tenham completado 67 anos de idade.

Os 30 mil beneficiários não podem estar a receber outra pensão da Segurança Social ou do Estado (grego ou estrangeiro) de valor superior à pensão de velhice, à exceção de pensões concedidas aos combatentes da Resistência. E o rendimento bruto auferido anualmente não pode ultrapassar os 4320 euros, no caso de solteiro, ou 8640 euros no total do agregado, se for casado.

Comentários

comentários