Powered by Jasper Roberts - Blog

“Já perceberam que isto não é um problema grego, mas europeu”

Alexis Tsipras na cimeira de 7 de julho. Foto União Europeia ©

Alexis Tsipras apresentou o conteúdo da declaração comum dos partidos gregos após o referendo e formalizará o pedido de financiamento nos próximos dias. Numa coisa todos concordaram na cimeira de terça-feira: o futuro do euro decide-se no domingo numa nova cimeira, mas desta vez com os 28 países.

Na declaração à imprensa no fim a cimeira dos chefes de governo da zona euro, o primeiro-ministro grego afirmou que o processo será “muito rápido”, com a entrega do pedido de financiamento e a negociação das condições a decorrer ainda esta semana.

Tsipras resumiu na reunião o mandato recebido pelo povo grego no domingo e que foi assumido pelos partidos da oposição, à exceção do KKE e da Aurora Dourada: reformas credíveis que assentem na justiça social em troca do compromisso de financiamento para o médio prazo, um pacote de investimento para combater o desemprego e fomentar a economia e a discussão da restruturação da dívida grega.

“O governo grego irá continuar empenhado, com a ajuda da poderosa arma do claro veredito dado pelo povo grego, em cumprir a vontade da esmagadora maioria para um acordo viável, que termine de uma vez por todas com este debate e abra a perspetiva para o fim da crise”, afirmou Alexis Tsipras, dizndo estar “satisfeito” por ver nesta cimeira que “já toda a gente percebeu que não temos um problema grego, mas sim um problema europeu, cuja resolução é da responsabilidade de todos”.

Esta quarta-feira, Tsipras fará uma comunicação ao Parlamento Europeu em Estrasburgo:

Comentários

comentários