Powered by Jasper Roberts - Blog

Varoufakis: “Não serei candidato às eleições”

Yanis Varoufakis na "Festa da Rosa", promovida pelo socialista francês Arnaud Montebourg.

O ex-ministro das Finanças grego diz que em vez de se envolver numa “campanha eleitoral triste e estéril”, pretende manter-se politicamente ativo a tentar estabelecer uma rede europeia que possa dar lugar a um partido pan-europeu.


“Os partidos nacionais formam alianças débeis numa Europa que funciona com um bloco, uma macroeconomia, no seu próprio interesse – esse modelo já não serve. Creio que devemos ter como objetivo uma rede europeia que a dada altura evolua para um partido pan-europeu”, afirmou Yanis Varoufakis à Rádio Nacional australiana.

A proposta foi feita no fim de semana passado na “Festa da Rosa” em França, organizada pelo ex-ministro socialista Arnaud Montebourg. No domingo, Varoufakis encontrou-se com o líder da Frente de Esquerda Jean-Luc Mélenchon e ouviu com agrado a sua proposta para uma “Conferência Europeia para um Plano B face à Europa alemã”.

Varoufakis já tinha afirmado que não seria candidato pelo Syriza, por achar que “não temos o direito de aparecer à frente do nosso corajoso povo que votou Não contra este programa, para lhes propor que o implementemos, embora saibamos que não pode ser implementado”. E distancia-se também da política “isolacionista” da Unidade Popular, que defende o regresso ao dracma.

“Em vez de me envolver numa campanha eleitoral que em minha opinião é bastante triste e estéril, continuarei politicamente ativo – talvez mais do que tenho sido até aqui – a nível europeu, para tentar estabelecer uma rede europeia”, promete agora Yanis Varoufakis, entusiasmado por ter discursado em França com milhares de pessoas a ouvi-lo debaixo de chuva.

Comentários

comentários