Powered by Jasper Roberts - Blog

Voto de Varoufakis é na Unidade Popular

Varoufakis com as trabalhadoras das limpezas em luta.

Numa declaração publicada no último dia de campanha, o ex-ministro das Finanças grego apela ao voto nos partidos da esquerda que combatem o memorando e revela que votará no domingo para apoiar dois ex-colegas de governo, Nadia Valavani e Costas Isychos, candidatos da Unidade Popular na sua área de residência.


Numa declaração enviada ao Press Project, Yanis Varoufakis diz que o objetivo das eleições antecipadas não é mais do que legitimar a capitulação do governo de Alexis Tsipras e anular o Não do referendo de julho.

“O terceiro memorando é absolutamente insustentável, e pior ainda, priva qualquer governo grego (por muito benevolente que seja) das ferramentas para romper com a oligarquia e a crise”, afirma Varoufakis, sublinhando a importância de fortalecer os partidos (à exceção dos neonazis da Aurora Dourada) que rejeitam a lógica que o rumo europeu da Grécia passe pela aplicação do terceiro memorando: “o KKE, a Unidade Popular ou os partidos que não aspiram a representação parlamentar”.

“Quanto à minha escolha pessoal, e uma vez que voto no círculo de Atenas B, irei apoiar com o meu voto duas pessoas que durante a nossa coligação (e independentemente das nossas divergências) me impressionaram com a sua postura, diligência e, em particular, a consistência com que enfrentaram a corrupção e a retirada de soberania dos nossos ministérios: Nadia Valavani e Costas Isychos”, antigos vice-ministros das Finanças e da Defesa, respetivamente.

Com as sondagens publicadas esta sexta-feira divididas quanto ao vencedor, o último dia de campanha será para apelar ao voto dos indecisos. Alexis Tsipras faz o comício final no centro de Atenas e conta com a presença de Pablo Iglesias, do Podemos, Pierre Laurent, do PCF, e Gregor Gysi, do Die Linke.

Comentários

comentários