Powered by Jasper Roberts - Blog

Manifestantes enfrentaram polícia contra o “muro de Evros”

Manifestação em Evros. Foto @Lihtenvalner/Twitter

Cerca de 500 manifestantes anti-governo provenientes de todo o país dirigiram-se este sábado para a localidade de Evros, junto à fronteira grego-turca, para exigirem a destruição da vedação que impede a entrada dos refugiados no país para alcançarem o Norte da Europa.


Ricardo Cabral Fernandes, em Evros


A 10 quilómetros da vedação, os manifestantes enfrentaram a polícia com pedras e paus, tendo sido depois alvo de gás pimenta e granadas de atordoamento. Não foram reportados feridos ou quaisquer detenções. Além dos confrontos ocorreram algumas interpelações entre os manifestantes e a população local por esta defender o bloqueio dos refugiados com discursos racistas e xenófobos.

Após os incidentes, o governo grego declarou ser necessária a manutenção da vedação por “razões práticas”. Na mesma comunicação defendeu que é urgente que os parceiros europeus acelerem o processo de ajuda para que as autoridades gregas possam receber apoio adicional nas suas operações de procura e resgate no Mediterrâneo.

A semana passada foi novamente marcada por mais mortes de refugiados que tentavam atravessar o Mediterrâneo, mesmo com condições climáticas desfavoráveis.

Comentários

comentários