Powered by Jasper Roberts - Blog

15 cientistas Nobel lançam apelo pela Grécia

Universidade de Atenas. Foto Winam/Flickr

15 cientistas premiados com o Nobel assinam uma carta aberta dirigida a Bruxelas e a Washington para que ajudem a Grécia a sair da austeridade e apostar numa política para o crescimento.


Os signatários desta carta aberta destacam o papel da Grécia enquanto berço da democracia e do contributo dos cientistas gregos para o trabalho científico no país e também no estrangeiro, no caso dos que foram obrigados a emigrar devido aos cortes na investigação científica nos últimos anos.

Os 15 laureados com o Nobel da Medicina, Química e Física propõem uma aposta na investigação científica, aproveitando a qualidade dos recursos humanos nas universidades e centros de investigação na Grécia. E apelam às autoridades europeias e norte-americanas para agirem depressa no sentido de acabar com a austeridade na Grécia.

Quem são os 15 cientistas?

Entre os signatários estão nove Prémios Nobel da Medicina: James D. Watson (1962), Peter Doherty (1996), Elizabeth H. Blackburn (2009), Günter Blobel (1999), Edmont H. Fischer (1992), Jules A. Hoffman (2011), Richard Timothy (Tim) Hunt (2001), Richard J. Roberts (1993), Hamilton O. Smith (1978); dois Nobel da Física: Wolfgang Ketterle (2001) e Albert Fert (2007); e três Nobel da Química: Yuan T. Lee (1986), Roger D. Kornberg (2006) e Kurl Wothrich (2002); e Robert May, premiado em 1998 com o Prémio Crafoord de Biociências, também atribuído anualmente pela Academia Sueca de Ciência, de forma rotativa, à Matemática, Astronomia, Biociências e Geociências, que não estão incluídas no Prémio Nobel.

Comentários

comentários