Powered by Jasper Roberts - Blog

Parlamento reconhece Estado da Palestina

Mahmoud Abbas no parlamento grego

A votação desta terça-feira obteve unanimidade dos deputados gregos e contou com a presença do presidente palestiniano Mahmoud Abbas.

A visita de Mahmoud Abbas à Grécia fica marcada pela decisão unânime dos deputados em pedir ao governo que reconheça o Estado da Palestina. Esta foi a quarta vez que Abbas e Tsipras se encontraram no último ano, o que no entender do Presidente da Palestina, é um sinal da “profundidade da nossa relação e confiança mútua”.

Mahmoud Abbas sublinhou ainda o “momento histórico” da votação e o seu orgulho por poder assistir a esse momento no “bastião da democracia grega”.

“Aqui sentimo-nos em casa. E seguir-se-ão novos passos para fortalecer ainda mais as relações históricas entre os dois povos”, declarou Abbas, reiterando o convite aos presidentes da República e do Parlamento para que visitem a Palestina, à semelhança do que fez Alexis Tsipras no mês passado.

Grécia passa a dizer “Palestina” em vez de “Autoridade Palestiniana”

Abbas e Tsipras estiveram reunidos na segunda-feira, com o primeiro-ministro grego a reiterar o apoio a uma nação “que luta pela justiça” e a lamentar que a região esteja assolada pela “instabilidade, guerras e crescimento das organizações e ataques terroristas”.

Tsipras repetiu o compromisso do governo de Atenas para apoiar uma solução que “garanta o estabelecimento de um Estado palestiniano independente e soberado, territorialmente unificado na base das fronteiras de 1967 e com capital em Jerusalém, coexistindo em paz e segurança com Israel”.

A partir de agora, os documentos oficiais gregos passam a referir-se à Palestina em vez de Autoridade Palestiniana. A Grécia continua apostada em fazer a ponte do diálogo entre Israel e Palestina e Tsipras apelou ao fim da expansão dos colonatos israelitas e ao respeito pelos locais sagrados.

Comentários

comentários