Powered by Jasper Roberts - Blog

Polícia grega lança gás sobre pensionistas em protesto

Gás lacrimogéneo lançado pela polícia contra pensionistas

Mais de mil pensionistas manifestaram-se esta segunda-feira em Atenas e foram atacados com gás lacrimogéneo quando tentavam virar um autocarro da polícia. O governo anunciou que o gás não voltará a ser usado em manifestações de trabalhadores e reformados. Veja aqui as imagens do protesto.


O protesto contra os cortes nas pensões e a degradação do sistema de proteção social na Grécia juntou mais de mil reformados e pensionistas. “Não conseguimos viver com 300 euros” foi uma das palavras de ordem mais ouvidas, por entre críticas ao governo e à aplicação do terceiro memorando da troika, que incluiu mudanças no sistema de pensões.

O protesto deu origem a incidentes com a polícia, que cortou o acesso junto à residência oficial do primeiro-ministro, onde os manifestantes pretendiam terminar a marcha. A manifestação maioritariamente idosa não se deixou travar pela barreira policial e procurou ultrapassá-la, tentando virar o autocarro da polícia que bloqueava a rua.

A polícia respondeu lançando gás sobre os pensionistas, provocando momentos de pânico e indignação. As imagens correram mundo e o vice-ministro da Proteção Cidadã veio assumir que dera ordem para empregar o gás de forma limitada, em caso de necessidade. Horas mais tarde, Alexis Tsipras deu instruções a Nikos Toskas para que o gás não volte a ser utilizado em protestos de trabalhadores e reformados. O vice-ministro acrescentou que irá abrir um inquérito para saber em que condições foi tomada a decisão de lançar gás contra os manifestantes.

O lançamento de gás pela polícia contra manifestantes ocorreu pelo segundo dia consecutivo. No domingo, o alvo foram miltantes da esquerda radical que se tentavam aproximar de um local onde o primeiro-ministro discursava.

Comentários

comentários