Powered by Jasper Roberts - Blog

Comissão de auditoria à dívida grega reuniu em Atenas

Sessão da comissão para a auditoria à dívida grega. Foto CADTM

A comissão impulsionada pela ex-presidente do parlamento grego prossegue agora como associação cívica e promete continuar a luta pela suspensão do pagamento da dívida.


O encontro teve lugar em Atenas este fim de semana e contou com a participação de Zoe Konstantopolou, Eric Toussaint e da eurodeputada Sofia Sakorafa. Segundo o portal do CADTM, a sessão de apresentação juntou mais de 200 pessoas e serviu para fazer um balanço do trabalho inédito que foi interrompido pela assinatura do novo memorando em Bruxelas.

Na intervenção de abertura, Zoe Konstantopolou lembrou os dois relatórios apresentados pela comissão, que concluíram ser a dívida à troika é ilegal, ilegítima, odiosa e insustentável. A pressão do governo eleito após as eleições de 2015 culminou no desaparecimento do trabalho da comissão de auditoria do site do parlamento, cujo presidente até mandou trocar as fechaduras da sala onde trabalhavam os seus membros e confiscou os seus arquivos.

Zoe criticou ainda a posição do novo governo, que deixou de falar na redução do montante da dívida, passando a reclamar apenas a sua restruturação de juros e montantes. E sublinhou a necessidade de continuar o trabalho da auditoria, agora sob a forma de associação cívica. “Não vamos deixar uma pedra por levantar, uma pessoa por interrogar, um envelope por abrir”, afirmou a ex-presidente do parlamento.

Um dos primeiros objetivos é o de partilhar com a sociedade grega os resultados publicados nos primeiros relatórios, que passaram ao lado da atenção dos media no país.

Comentários

comentários