Powered by Jasper Roberts - Blog

Refugiados congelam em tendas debaixo de neve

Amnistia Internacional sobre refugiados

A vaga de frio e neve que tem assolado a Grécia nos últimos dias está a ameaçar a vida dos refugiados, alertam ONG.


Centenas de refugiados estão a viver em tendas cobertas de neve e sob temperaturas negativas em vários centros de acolhimento na Grécia. “O que temos aqui já não é uma situação de refugiados. São milhares de sem-abrigo sem futuro”, diz Ella Carlquist, da organização humanitária United Rescue Aid.

No campo de Moria, na ilha de Lesvos, dezenas de refugiados decidiram abandonar o campo e montar as suas tendas no interior das ruínas de um castelo em Mytilene para escapar ao frio e à neve. “Não sabemos o que fazer, acho que vamos morrer aqui neste frio”, afirmou Magdi, um migrante argelino à agência ANA-MPA.

A situação não é exclusiva desta ilha. O mau tempo e as baixas temperaturas em todo o país, combinadas com as instalações precárias de acolhimento de refugiados e migrantes, estão a pôr a saúde e a vida das pessoas em perigo nos centros de acolhimento em Atenas e Salónica, entre outros.

Para a Amnistia Internacional, a responsabilidade primeira está no fracasso dos países europeus em assumirem os seus compromissos de acolhimento de refugiados, enquanto milhares de pessoas continuam impedidas de sair das ilhas gregas e a tensão aumenta de dia para dia. E voltou a desafiar o presidente da Comissão Europeia “a colocar as vidas humanas em primeiro lugar”, pressionando os governos da UE a acolherem os refugiados das ilhas gregas o mais rápido possível.

O Alto Comissariado das Nações Unidas anunciou na segunda-feira a transferência de 130 requerentes de asilo mais vulneráveis – famílias com filhos a viver em tendas. Mas destes, apenas 75 tinham sido colocados no dia seguinte em quartos alugados em hotéis e pensões na ilha. O governo grego decidiu na segunda-feira enviar para a ilha de Lesvos um navio da Marinha com capacidade para alojar 500 pessoas.

Comentários

comentários